Cinema de luxo

Daniel Miranda

Visando agradar o público mais exigente, redes de cinema têm investido cada vez mais em conforto e serviço para aqueles que não se importam em pagar mais, desde que tenham algo em troca.

Esqueça as tradicionais pipocas doce e salgada. Para acompanhar o filme você pode optar pela aromatizada com azeite trufado ou pedir uma garrafa de vinho de quase R$600,00. São várias opções de à la carte e rótulos. Todos os pratos elaborados por um Chef exclusivo. Para isso, um garçom vai até a sua poltrona tirar o pedido. Não existe fila!

E você ainda assiste o filme em uma poltrona super confortável toda revestida em couro italiano. Um luxo! O ingresso pode chegar até R$200,00.

Anúncios

Brasil será destino de luxo para americanos

Apresentar o Brasil como destino de luxo para operadores especializados no segmento. Este é o objetivo do Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), ao participar dos encontros de negócios durante a Virtuoso Travel Mart 2011, que começou no último domingo (14) e vai até 19 de agosto, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Realizado anualmente, o evento é focado no segmento de turismo de luxo e dedicado exclusivamente à cadeia produtiva do turismo internacional.
Durante o Virtuoso Travel Mart, realiza-se também o Annual Destination Showcase Dinner, voltado aos destinos turísticos que têm interesse em obter contato exclusivo com agentes de viagens especializados. Na ação, a Embratur compartilhará uma mesa com oito profissionais potenciais à comercialização dos destinos brasileiros.
A Embratur criou, em 2009, o Clube de Produtos de Turismo de Luxo – a partir da celebração do acordo de Cooperação Técnica com a BLTA (Brazilian Luxury Travel Association). O objetivo do clube é de apoiar as ações de promoção e comercialização do Brasil como destino de luxo no mercado internacional.
Luxo no mundo
O relatório da International Luxury Travel Market, baseado em dados da Organização Mundial do Turismo, indica que turistas de luxo correspondem a 3% do movimento de turistas no mundo, representando 25% dos gastos em viagens internacionais. O estudo também mostra que as viagens de luxo geraram 25 milhões de viagens mundialmente e US$ 180 bilhões em gastos, ou US$ 7,2 mil por viagem. O gasto médio diário do turista de luxo é oito vezes maior que dos turistas convencionais.
Nas últimas duas décadas o segmento começou a atrair investimentos, constituindo-se um mercado novo e lucrativo. De acordo com o relatório elaborado pela MCF Consultoria sobre o Panorama Mundial do Mercado de Luxo, o segmento cresceu entre 12% e 18% anualmente nesta última década, apresentando taxas de crescimento superiores nos países emergentes, como China e Rússia.