Facas Laguiole

Berço da mais tradicional cutelaria francesa, empresa aposta na inovação para superar a concorrência.

Laguiole-fromage-2

Apesar de estar escondida no interior da França, a cidade de Laguiole tem fama internacional. Ela é berço da indústria da mais tradicional e exclusiva faca francesa, que leva o nome da região.  Nas mesas dos restaurantes, um item não pode faltar: as facas da marca Forge de Laguiole.

A tradição nasceu há dois séculos e movimenta a economia da cidade, mas vem perdendo suas raízes devido à ganância de muitos empresários. No centro de Laguiole, muitas lojas vendem facas com a mesma forma e o nome das originais, mas que não necessariamente foram produzidas no vilarejo. A marca não foi registrada e não existe um sistema de denominação de origem controlada para proteger os produtos locais.

“Uma faca da Forge de Laguiole custa 40 euros e uma chinesa ou paquistanesa pode ser comprada por dois euros. Algumas lojas vendem uma faca importada pelo preço francês com o único objetivo de ganhar dinheiro a qualquer custo”, afirma Thierry, que largou o cargo de alto executivo em uma multinacional para comprar a empresa, que saiu da falência e hoje fatura mais de nove milhões de euros.

Antes de se reerguer, porém, a Forge de Laguiole foi vítima do próprio sucesso. Na década de 90, o designer Philippe Starck redesenhou alguns modelos da marca e as peças viraram ícones da cutelaria sofisticada e moderna. Não demorou para que as facas começassem a ser copiadas. Agora, a empresa combate a concorrência desleal com inovações. A cada ano, um grande nome do design é convidado a criar novidades.

fonte: g1.globo.com

Carrinho de chá

Daniel Miranda 

Estamos acostumados a ver em restaurantes os famosos carrinhos de licores que sempre vêm até a mesa no final do almoço ou jantar. Temos também aqueles carrinhos de sobremesa que são uma tentação! Mas você já viu o carrinho de chá? É isso mesmo. O restaurante Laguiole, localizado no MAM, Rio de Janeiro, tem um carrinho de infusões super charmoso que sempre vem à sua mesa quando pedido. Possui 3 sabores: hortelã, anis e capim-limão. Ainda vem uma ampulheta com o tempo de infusão de acordo com o sabor escolhido por você. Chique, não!?

Lista dos restaurantes com adega premiada no Brasil

A revista americana Wine Spectator apresenta na edição deste mês, sua 30ª lista anual com mais de 3.000 restaurantes, selecionados ao redor do mundo pela atenção e relevância que eles dedicam ao vinho.

A lista divide e qualifica os restaurantes em 3 categorias: Award of Excellence, Best of Award of Excellence e Grand Award. No Brasil, apenas 17 restaurantes receberam a premiação, sendo 11 na categoria básica (Award of Excellence) e 6 na categoria intermediária (Best of Award of Excellence). Curiosamente, 6 deles pertencem a rede de churrascarias Fogo de Chão, das quais 3 estão na cidade de São Paulo.

A Figueira Rubaiyat (São Paulo)

Baby Beef Rubaiyat (São Paulo)

Durski International Cuisine (Curitiba)

Laguiole (Rio de Janeiro)

Olivetto Restaurante e Enoteca (Campinas)

Taste-Vin (Belo Horizonte)

Amadeus (São Paulo)

Arola Vintetres (São Paulo)

Bah Restaurante (Porto Alegre)

Fogo de Chão (São Paulo)
Fogo de Chão (Belo Horizonte)

Fogo de Chão (Brasília)
Fogo de Chão (São Paulo)

Fogo de Chão (Salvador)

Fogo de Chão (São Paulo)

Restaurante Vicolo Nostro (São Paulo)
Vinheria Percussi (São Paulo)

Daniel Miranda