Hotel histórico de Copenhagen passa por reforma milionária

Os países nórdicos são geniais no bom gosto do design e na arquitetura. Mesmo assim, cidades como Copenhagen nunca foram conhecidas por terem hotéis espetaculares. Finalmente, após uma reforma milionária, o Hôtel D´Angleterre, um dos primeiros hotéis de luxo do mundo, diga-se de passagem, reabriu suas portas com chave de ouro. Fomos lá conferir e ficamos muitíssimo bem impressionados. Há muito tempo não temos um surpresa gastronômica tão impressionante quanto a cozinha do chef Ronny Emborg — visita obrigatória mesmo que você não se hospede por lá. Destaque para o champagne bar Balthazar – cujo mascote é um bulldog – e para as criações do mixologista Jannink Gram, um dos melhores da Dinamarca. O serviço do hotel, aliás como todos na cidade, é invejável. Basta dizer que, se você perguntar onde fica um restaurante, o concierge sai do balcão e te leva na porta.

Clique aqui para assistir ao vídeo

Imagem

Anúncios

Novo Ducasse em Londres

vale estaAD_Rivea-®pierremonetta-13_

Um apaixonado pelos food markets da Itália e da Provence, Alain Ducasse inspirou-se neles quando concebeu seu mais novo empreendimento londrino.  O Rivea London, que desde 12 de maio funciona dentro do Bulgari Hotels & Residences, serve comida francesa e italiana num ambiente que reflete o clima charmoso e descontraído dos mercados a céu aberto. A cozinha é capitaneada por Damien Leroux, jovem pupilo de Ducasse (os dois estão na foto do alto), que, como o mestre, gosta de privilegiar os produtores locais. Uma das estrelas do cardápio é a Socca (última foto), um crepe popular das feirinhas, feito de farinha de grão de bico e azeite, que ganhou no Rivea um recheio de salada Niçoise. Outro destaque são as sobremesas: as de chocolate levam matéria-prima vinda diretamente da Alain Ducasse Manufacture de Chocolat em Paris. A conta, pasme, não fica longe do que vem sendo cobrado em muitos restaurantes cariocas bem menos empolgantes: £32 (ou 120 reais) pelo almoço de 3 pratos pequenos com sobremesa e café, ou £65 (240 reais) pelos sete pratos do menu degustação no jantar.

O salão remete aos....

No salão do novo Rivea London

Socca com salada NiçoiseFotos de Divulgação

“DO DISTURB!”

Imagem

O famoso “Do Not Disturb” (Não Perturbe) foi abolido por um hotel de Berlim. O Lux 11, no centro da cidade, inovou ao inverter o esquema de arrumação dos quartos. Funciona assim: se você quiser o serviço, pendura uma plaquinha na porta que diz “I Wanna be Disturbed”. Caso contrário, o time de housekeeping nem passa perto. Segundo o hotel, o procedimento — divulgado na hora do check-in —  evita que o hóspede seja importunado de manhã pelas camareiras e também promove a sustentabilidade, já que diminui a frequência da troca de toalhas e roupa de cama.

Imagem

 

Os 50 melhores restaurantes do mundo

Saiu a tão esperada lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo 2014, da revista britânica Restaurant Magazine. O badalado Noma, que visitamos recentemente, foi novamente alçado à primeira colocação, depois de três anos perdendo para o espanhol El Celler de Can Roca (que este ano ficou com o segundo lugar). O Oscar anual da gastronomia mundial incluiu nas dez primeiras colocações o Dinner by Heston Blumenthal e o brasileiro D.O.M, do chef Alex Atala. O Brasil também fez bonito na categoria melhor chef feminina do mundo, com a premiação de Helena Rizzo, do Maní, de São Paulo. Veja aqui a lista completa do The World´s 50 Best Restaurants.

 

Os 10 mais da Restaurant Magazine:

1. Noma – Copenhague, Dinamarca

2. El Celler de Can Roca – Girona, Espanha

3. Osteria Francescana – Modena, Itália

4. Eleven Madison Park – NY, USA

5. Dinner by Heston Blumenthal – Londres, UK

6. Mugaritz – San Sebastián, Espanha

7. D.O.M – São Paulo, Brasil

8. Arzak – San Sebastián, Espanha

9. Alinea – Chicago, USA

10. The Ledbury – Londres, UK