O vinho e as mulheres

Desafiado para aumentar a receita de destilados e vinhos especiais  e “escoar” nosso estoque de bebidas envelhecidas, traço uma estratégia de abordagem com nossos clientes do Bar onde os surpreendo com pequenas amostras do que temos em “guarda”.O ideal é termos sempre num Decanter atraente e de tampa de vidro fácil de abrir algum licor ou vinho com potencial de guarda em garrafa onde podemos, em pequenas “provas”, dar a oportunidade de conhecer a nossa cave e tentar deixar um pouco de lado o velho costume do “sim senhor, aqui está…”

Tenho uma atenção especial para os amantes de uma poderosa marca de cerveja quase que imbatível aqui na cidade Invicta, a gigante Super Bock. Antes de servir, tento expor garrafas mais próximas das máquinas de pressão. Com a vantagem da atual estação climática sugerir algo mais quente para relaxarmos, assim não é muito difícil vender o quê queremos, ao menos para aqueles clientes mais abertos a sugestões.

Em nosso grupo, temos muitas visitas de nórdicos, ingleses e franceses que vem em nosso bar em busca de conhecer melhor o Vinho do Porto, o Licor e Beirão e Vinho Verde. E em um desses dias foi uma senhora britânica que roubou a cena da noite.

Na elegância de seus 50 anos, com um olhar cor azul blue label sem gelo, me questionou sobre a famosa cerveja. Mas antes mesmo de atendê-la, disse-lhe que preferiria que ela provasse o velho novo vinho da casa, já com sua respectiva taça em mãos.

A senhora já ouviu falar em Real Companhia Velha? E pegando a garrafa que mais lembrava aquelas usadas por magos lendários que guardavam doces doses venenosas,a mostrei deixando apenas o bom gosto da senhora falar por si. Pois quando trabalhamos com produtos que acreditamos, com qualidade notória de satisfação, o alcance dos objetivos são alvos fáceis de obter, basta falarmos sobre eles.

O Real Companhia Velha 20 anos fez mesmo sucesso em sua taça, chegando a tirar-lhe certo sorriso tímido enquanto lia relaxadamente seu livro no bar. Depois do jantar em nosso restaurante e pedir algo doce para finalizar, percebi que alguma coisa acontece nas mulheres que degustam vinho do Porto e sobremesa, pois vários sorrisos eu testemunhei saídos dali.

No meu primeiro desafio de Bar da semana julgo positivo e progressiva a experiência, pois as ferramentas certas me foram dadas e o produto final desde o início, já começou a ser esculpido!

Bye e até breve,

David Chaves Saraiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s