O maior shopping do mundo

Daniel Miranda

Tá certo que Dubai tem essa mania de “grandeza”. Não é à toa que, além do prédio mais alto, este Emirado possui o Dubai Mall, o maior shopping do mundo.

Suas atrações vão muito além de lojas e restaurantes. Vamos começar pelo lado de fora. Antes de entrar no shopping, você pode desfrutar de uma paisagem maravilhosa composta pelo Burj Khalifa, o The Address Hotel e a “dança das águas” que acontece a cada 30 minutos na maior fonte do mundo.

O Dubai Mall possui seu próprio hotel. É um dos maiores destinos de compras por possuir mais de 1200 lojas além de 150 restaurantes. Para diversão, você pode patinar em pleno deserto em uma das maiores pistas de gelo, além de curtir mais de 33.000 espécies marinhas no maior aquário do mundo.

Por experiência própria, é bem difícil você conhecer o shopping todo em um só dia. Haja perna!

Anúncios

Seja um concierge de sucesso!!!

Christophe Caron – Hotel Four Seasons George V Paris – Premier Concierge

Fazer o hóspede feliz também é motivo de alegria para a equipe de 17 concierges do luxuosíssimo Hotel Four Seasons George V Paris. Um dos integrantes desse time é Christophe Caron, que trabalha incansavelmente para atender a todos os pedidos de quem se hospeda num dos hotéis mais famosos de Paris. Pedidos bem diversificados, que podem ir de reservas em restaurantes concorridos até uma produção, em apenas 20 minutos! Do cenário perfeito para um cliente apaixonado pedir a mão de sua futura esposa, como Caron conta nesta entrevista exclusiva ao Hypersaber. O concierge também explica por que ser membro da associação Les Clefs d´Or faz toda a diferença no seu dia a dia e revela um dos segredos do sucesso na profissão: “temos que ser inteligentes”.

Que tal comer um drink?

Daniel Miranda

O famoso coquetel Mojito em formato de esfera pronto para ser devorado!

Achou estranho o título da matéria? Mas é isso mesmo! Já se foi o tempo em que você convidava alguém para tomar um drink. Hoje em dia nós podemos comê-lo! Técnica de origem gastronômica, hoje em dia a mixologia molecular pode ser encontrada em vários bares ao redor do mundo. E por que não em casa? Veja só esse vídeo abaixo e faça você mesmo um coquetel molecular!

Até o lavar dos cestos é Vindima

Em um ano em que a meteorologia nos pregou uma partida em quase todo o continente europeu, a produção de vinho em Portugal deverá ter um crescimento por volta de 5,8 ou 5,9 milhões de hectolitros. Um crescimento de aproximadamente de 4 a 5% apenas, enquanto no final do ano passado tivemos algo em torno de 20%.

Esta performance depende muito do bom tempo até o final da vindima, a qual, por norma, está há duas ou três semanas atrasadas.

No Alentejo, prevendo com antecipação um pouco de perda em sua produção anual, há quem já esteja vindimando, mesmo um pouco fora do calendário das colheitas.

Essas chuvas e temperaturas baixas prejudicam a fecundação na região demarcada dos vinhos verdes, o Minho. Com o céu sempre nublado, impede muito o processo de fotossíntese da vinha.

No Douro, onde se chegou a prever um aumento de 20%, os números agora são mais modestos. Apenas 5% de crescimento, embora, haja zona cuja produção foi, em grande parte, destruída com a forte chuva de granizo no final de julho passado.

Seguindo em caminhos um pouco mais tranqüilos, está o vinho do Porto. Com aproximadamente 11 mil Pipas a mais do que o ano passado, a produção deverá chegar as 96. 500 Pipas.

Logo, essa soma de fatores tão importantes na natureza, clima, temperatura, Terroir, associada com as expectativas de mercado, produção, manipulação benéfica do Homem, torna essa magia em torno da elaboração dos vinhos a prova que, se houver uma sintonia equilibrada entre Homem, natureza e ciência, tudo é possível, tudo se transforma.

Julgo ser de extrema importância tentarmos entender melhor dados como estes e aplicarmos na nossa leitura final como consumidores. Não apenas fazendo diferenças entre vinho caro e vinho barato. Pois existem várias dinâmicas e fatores essenciais ao produto final encontrado nas prateleiras de lojas especializadas, Adegas, mercados, grandes distribuidoras espalhadas mundo afora. Até por fim, na dose mais desejada em nossas casas sozinho, ou, de preferência, bem acompanhado.

Bye e até breve,

David Chaves Saraiva.

O Spa mais premiado da Europa

Um ritual de Spa perfeito começa bem antes de massagens, imersões e outros mimos. Pelo menos no Spa do Four Seasons Hotel George V Paris, como explica sua diretora, a alemã Verena Lasvigne-Fox. À frente das operações do celebrado centro de beleza e bem-estar da Europa, Verena não esconde que o segredo do sucesso está na delicada mistura de ambiente deslumbrante, equipe bem treinada, marcas de peso e atenção aos mínimos detalhes.

SPA FOUR SEASONS HOTEL GEORGE V PARIS

Quando reabriu há 11 anos sob o comando da Rede Four Seasons, o tradicional George V Paris surpreendeu ao inaugurar um Spa de 850 metros quadrados em seu subsolo. O design, inspirado em Maria Antonieta e no Palácio de Versailles, não poderia ser mais francês. E os produtos usados nos tratamentos, Sodashi, Carita, L.Raphael, não poderiam ser mais exclusivos. Por essas e outras o espaço figurou entre os 25 Melhores Spas do Mundo em 2011, em votação da publicação Condé Nast Traveller.