Nadando nas alturas! Você teria coragem?

Uma piscina no 24º andar de um hotel em Xangai (China), uma cidade cheia de surpresas e extravagâncias arquitetônicas,  assusta: não há nada abaixo dela! Apenas vidro… Como se fosse um varanda!

Para quem sofre de vertigem, um alento: a maior parte da piscina de 30 metros no Shanghai Pudong Kangqiao “tem fundo”:

Xangai registra o maior crescimento no mercado imobilário e hoteleiro de luxo da China.

Fonte: http://oglobo.globo.com

Sorria!!! Você está no palco!!!

Daniel Miranda

É possível ser amável sem sorrir? Acho muito difícil…

O sorriso é o único gesto universal, que pode ser entendido em qualquer idioma.

Um bom serviço não está relacionado a um preço alto, e sim a forma como interagimos com o cliente. Servir sorrindo não torna a conta mais cara, nem toma mais tempo da pessoa.

Não há nada pior do que ir ao restaurante e o garçom, bartender ou maître vir com aquele semblante “sisudo” te atender. Ele pode até saber descrever todos os rótulos da carta ou todos os pratos do cardápio, mas de nada vale se não sabe intergir com simpatia e amabilidade com os clientes e colegas de trabalho.

Você pode ser amável até mesmo quando não está falando com o cliente. Ao circular pelo salão, recolher um prato da mesa ou ao servir uma bebida. Basta fazer essas ações mantendo um semblante leve, com um sorriso no rosto.

Lembre-se que além de alimentos e bebidas, você está vendendo a sua imagem e a do estabelecimento. Sorria!!! Você está no palco!!!

Como ajudar um cliente ou convidado a escolher seu vinho?

Daniel Miranda

Sensibilidade! Essa é a principal virtude no momento de ajudar um cliente a escolher seu vinho, principalmente quando ele não tem um conhecimento aprofundado sobre o assunto. É importante não recomendar vinhos caros, pois isso pode deixá-lo insatisfeito. O diálogo entre o garçom, o maître e o cliente é a chave do sucesso. Pergunte se ele prefere um vinho branco ou tinto. Um vinho mais leve ou encorpado. Analise sua escolha. Ofereça umas duas opções, enquanto o cliente tem a carta de vinhos em mãos. Comente algo sobre o vinho na hora de propôr. Exemplos: “Esse Bordeaux harmoniza muito bem com paleta de cordeiro”. “Uma taça de Champagne para acompanhar o foie gras?”. ” Um Merlot acompanha muito bem filé mignon”.

CÓDIGOS DE BAR – Agilidade na Comunicação entre Bartenders

Daniel Miranda

Na hora da correria, nem sempre é fácil se comunicar dentro do bar. Música alta, gente falando ao redor, pedidos sem parar e a equipe precisa dar um jeito de se comunicar. Para facilitar as coisas existem códigos internacionais para ajudar o bartender. Os códigos encurtam a comunicação, trazendo  respostas rápidas e agilizando sua operação.

Código 51 – Cliente regular se aproximando – Caso um bartender esteja distraído e um cliente regular se aproxime, diga “51”. Assim, ele acolhe o cliente chamando-o pelo nome, personalizando o atendimento.

Código 69 – Balcão sujo – Para informar o bartender que a sua estação está suja com copos vazios, latas ou o balcão está molhado, diga “69”.

Código 88 – Isqueiro – Sabemos que no Brasil é proibido fumar em ambientes fechados. Caso você trabalhe em um bar localizado em ambiente aberto e o cliente puxe um cigarro na frente do bartender, diga”88″ para que ele ofereça o isqueiro.

Código 90 – Nova garrafa – Esse código é muito utilizado entre bartenders e barbacks. Ao invés de perder tempo dizendo: ” A minha garrafa de vodka acabou. Traga outra pra mim.” Apenas diga: “Vodka 90″. Assim, o barback já sabe que sua garrafa acabou e você precisa de outra cheia.

Código 100 – Cliente novo se aproximando – Caso o bartender esteja distraído e um novo cliente se aproxima, diga “100”, para que ele acolha o cliente e inicie o atendimento.

Código 120 – Oferecer mais um drinkSabemos que nunca se deve esperar o copo do cliente esvaziar para oferecer outro drink. Caso o copo tenha em torno de 1 dedo de bebida, diga “120” ao bartender. Assim, ele oferece outra bebida, movimentando as vendas do bar.

Código 300 – Reclamação do cliente – Ás vezes, acontece do cliente não estar satisfeito e reclama sobre o serviço ou um coquetel que tenha atrasado. Quando houver alguma situação de crise, utilize o código 300 para informar o chefe de bar ou gerente. Assim, um deles irá até o cliente para reverter o problema.

Código 700 – É o código mais esperado pelo bartender durante o trabalho. Caso uma mulher bonita se aproxime do bar, diga aos bartenders “700”. Assim eles têm tempo de se “ajeitarem” para receber a cliente 😉

Surfando com as panelas!!! Surfista viaja o mundo cozinhando nos mais belos lugares

Os programas de culinária na TV fazem sucesso em todo o mundo a muitos anos, mas no Brasil esse tipo de conteúdo ainda está engatinhando. As opções de programas culinários nacionais de qualidade que possuímos são muito clichês ou raros, faltando uma bela pitada de ousadia e criatividade.

Apresento Martin Dorey, um surfista desencanado que escreveu um livro sobre culinária em trailers e que está fazendo muito sucesso com seu programa de TV em que viaja em uma Kombi pelo interior do Reino Unido e cozinha em lugares sensacionais com ingredientes locais. O nome do programa é One man and his campervan e pode ser encontrado na Glogosat HD. Ou na internet. Esse é o tipo de programa que vicia por documentar a vida de uma pessoa interessante e apresentar um conteúdo clichê de forma inovadora.

Fonte: http://www.hypeness.com.br