5 motivos para pedir um coquetel em vez de vodka com energético

“Que melhor maneira de devolver aos sonhadores e poetas que nos inspiraram e nos alimentaram do que compor um coquetel em sua homenagem. Todos nós podemos ser mixologistas”.
É com essas palavras que pergunto:
” Por que não um coquetel?”
Seguem abaixo 5 motivos para pedir um coquetel em vez de uma vodka com energético.

1
. Saia da rotina: Geralmente as pessoas que frequentam bares e clubs costumam pedir a famosa vodka com energético ou cerveja. Talvez por moda ou por medo de mudar.

2
. Faça um bartender felizNão há maior alegria para um bartender do que elaborar um coquetel, em vez de tirar chopp ou servir tequila.

3
. Desafie o bartenderDiga a ele qual é a sua bebida alcoólica predileta, quais tipos de frutas e sabores. Faça ele criar um coquetel especial pra você. Quem sabe esse drink não é batizado com seu nome?

4
. Seja diferente dos demais:
Uma pessoa que bebe um coquetel se destaca no grupo. Seja único!

5
. Preço X Valor:

Um destilado com energético vai ser o mesmo em qualquer lugar. O energético “mata” a qualidade da vodka, whisky, etc. A combinação de frutas e licores com o destilado faz com que você tenha uma explosão de sabores em sua boca, vivendo novas experiências e descobrindo um novo mundo.
Agora que você sabe de tudo isso, que tipo de coquetel você vai pedir?

O melhor café da manhã do mundo

Cerca de 90% dos hóspedes preferem ter sua primeira refeição do dia no restaurante do hotel onde estão hospedados. O café da manhã é o momento em que se pode ter contato com a maioria dos clientes, fazer um atendimento personalizado e obter importantes feedbacks da estada dos mesmos. Em muitos hotéis, o gerente geral marca presença no café da manhã, pois este é considerado o momento mais importante do dia.

Após uma pesquisa com turistas de diversos países, o prêmio de melhor café da manhã do mundo ficou para o Reino Unido com 17% dos votos. Em seguida, estão Estados Unidos (14%), França (11%) e Alemanha (8%). A refeição matinal brasileira não agrada tanto aos turistas dos outros países, ocupando o décimo lugar, com 4% da preferência.

O café da manhã inglês já é por si só uma refeição completa, e absolutamente pesada para muitos. O famoso Full English Breakfast é composto por bacon, linguiça, ovos, tomate e cogumelo fritos, feijão com molho de tomate e uma torrada crocante para acompanhar. Em algumas regiões, é servido junto ao black pudding, que é uma mistura de sangue e gordura de porco frita! E, para acompanhar tudo isso, chá com leite!!!!! Este é um café da manhã típico, mas não diário. É nos fins de semana que as famílias costumam se reunir e sair para o brunch, um café da manhã já quase na hora do almoço. Nada muito “light“, porém é o café da manhã mais desejado do mundo.

Daniel Miranda 

O Museu do Rum Havana Club em Cuba

Enquanto estiver na cidade de Havana, em Cuba, essa é uma grande sugestão de um passeio cultural e saboroso!

Rum é a bebida mais tradicional de Cuba e você pode se informar sobre essa “caliente” bebida no Museu Havana Club Rum. Localizado na zona colonial de Havana e possuindo três andares, o museu informativo descreve a rica história do rum, bem como o processo de produção, todo o caminho da cana de açúcar até o seu engarrafamento através de uma procissão de tambores e prensas. O primeiro piso abriga o bar de degustação onde você pode saborear vários tipos de rum de diferentes idades, comparando e contrastando, antes de participarem de um coquetel cubano e talvez comprar algumas guloseimas à base de rum para levar para casa com você.

Daniel Miranda

As várias origens da palavra ‘Bar’

Sempre quando chegamos em um bar, a primeira coisa a ser feita é apoiar os cotovelos sobre o balcão e em seguida, procurar aquela barra de ferro que fica na parte debaixo para descansarmos um dos pés. Existem algumas versões para a origem da palavra ‘bar’.

A primeira é que o termo ‘bar’ vem da palavra francesa ‘barre’, que significa barra em português. Isto por quê, em meados do século 18, na França, as tabernas possuiam uma barra que tomava todo o comprimento do balcão, que servia para evitar que os clientes se encostassem muito no mesmo. Nessa época, costumavam chegar jovens americanos na França, para estudo, e muitos deles eram assíduos frequentadores de tabernas. A história conta que, após regressarem ao seu país, dois desses estudantes fundaram um estabelecimento de venda de bebidas, que tinha uma inovação para os americanos, que era justamente a barra ao longo do balcão, assim como na França, onde os estudantes haviam observado as tabernas, e que era uma coisa com a qual os americanos não estavam acostumados. Assim, breve o estabelecimento se diferenciou dos demais, e pouco a pouco, a palavra barre foi divulgada e espalhada, até chegar ao termo ‘bar’.

No entanto, outros estudos dizem-nos que na América, no final do século XVII, nas cidades dos fundadores (Boston, Filadélfia, Nova Iorque) existiam estabelecimentos comerciais, uma espécie de loandas, onde se vendiam, além de mercadorias, também bebidas. Essa venda fazia-se ao balcão da loja que se reduzia, por vezes, a um armário com grade. A esse armário dava-se o nome de “barreira”; daí a origem da palavra universal ‘bar’.

Também existe a versão de que origem da palavra é inglesa e significa barra, porém aquela em que se apoia os pés na parte debaixo do balcão. Outra versão para o significado do nome é a barra (trave) de madeira em que se amarravam os cavalos nos saloons do velho oeste estadunidense.

Seja qual for a sua origem, o importante é que o bar tornou-se uma tradição mundial, onde pessoas se reúnem para beber, comer e se divertir.

Daniel Miranda 



Bar com inspiração no Brasil é destaque em novo hotel Paradisus

Com a inauguração prevista para o dia 15 de novembro na Riviera Maya, no México, o Paradisus Playa del Carmen terá um restaurante inspirado no Brasil. O The Market oferecerá aos hóspedes rodízio de carnes e caipirinhas. “Esta é uma homenagem aos clientes que quiserem matar a saudade do País e provar as delícias brasileiras com o toque mexicano”, diz o diretor de Vendas dos hotéis Paradisus da região da Riviera Maya, Vicente Madrigal.

O Paradisus Playa del Carmen será formado por um complexo com dois resorts: Paradisus Playa del Carmen La Perla, somente para adultos, e o Paradisus Playa del Carmen La Esmeralda, que terá toda a estrutura para receber pais e filhos. O complexo contará ainda com oito bares, dos quais três serão apenas para os clientes do Paradisus Playa del Carmen La Perla, e doze restaurantes, entre eles o The Market que será aberto a todos os hóspedes.

O Paradisus Playa del Carmen La Perla terá 394 suítes, três piscinas e dois lobbies, sendo que hóspedes do Serviço Real terão acesso a um lobby e uma piscina exclusivos. Já o Paradisus Playa del Carmen La Esmeralda vai oferecer 512 suítes, com cinco piscinas, sendo uma exclusiva para hóspedes da seção Family Concierge e outra especialmente para crianças. Serão dois lobbies, um deles apenas para as reservas do Family Concierge.

http://www.revistahotelnews.com.br

Daniel Miranda